Fim do #doisnaamerica e do nosso ano sabático

Chegamos em casa no último sábado (24), depois de 4 meses de #DoisnaAmérica, aliás 5, se contarmos com a primeira parte da viagem que realizamos entre março e abril deste ano. Somando estes 5 meses com os 7 meses de nossa Volta ao Mundo, em 2013, finalmente completamos nosso ano sabático. No total, foram 30 países e 384 dias pelo Mundo, por cinco continentes. Mas os números não importam. As experiências vividas, o conhecimento adquirido e os amigos que fizemos é o que iremos levar para toda vida.

Continuar lendo Fim do #doisnaamerica e do nosso ano sabático


Como conciliar trabalho e viagem: O que mudou em nossa forma de viajar depois que nos tornamos nômades digitais

Em alguns dias, viajaremos para Cuba. Um sonho antigo e creio que vamos em um momento único, quando o país está no limite da transição do antes e depois de retomar as relações diplomáticas com os Estados Unidos. O papa Francisco, que foi uma das peças importantes para essa reaproximação entre os dois países também estará visitando a ilha. Estou ansiosíssima. Mas uma coisa tem me preopado: a internet. Se fosse há um ano, isso não faria a menor importância, pois viajávamos quando estávamos de férias, ou no caso da Volta ao Mundo, em um período sabático. Mas agora é diferente. Estamos viajando e trabalhando. E quando você se torna um nômade digital, tem a liberdade de viajar desde que tenha internet.

A depedência de uma boa conexão da internet é uma das coisas que mudou em nossa forma de viajar desde que nos tornamos nômades digitais. Saiba o que mais temos que fazer para conciliar viagem e trabalho:

SEMWIFI

Continuar lendo Como conciliar trabalho e viagem: O que mudou em nossa forma de viajar depois que nos tornamos nômades digitais


Vídeo: #VidaNômadePipa e entrevista com uma nômade moderna

Deu muito trabalho, mas ficou pronto o nosso vídeo sobre a #VidaNômadePipa. Hoje estreamos um novo formato de vídeos para o blog em que eu pago mico  finalmente apareço fazendo comentários sobre a viagem (neste caso, como foi a experiência de morar em Pipa) e realizando entrevistas. Neste projeto do #VidaNômade sempre irei entrevistar alguém que tenha uma história interessante relacionada a morar em diferentes cidades do mundo. Neste primeiro vídeo, entrevistei a Guillermina Pistelli, que foi minha professora de yoga em Pipa e que tem uma boa bagagem de viagens e também experiência morando em diferentes países.  Continuar lendo Vídeo: #VidaNômadePipa e entrevista com uma nômade moderna


Chegou ao fim nossa #VidaNômadePipa

2015 mal começou e já está numa velocidade. E ontem chegou ao fim a nossa #VidaNômadePipa. Foram pouco mais de 2 meses vivendo em Pipa-RN. Aproveitamos cada instante e curtimos muito cada praia. Também aproveitamos para dar uma desacelerada e pegar o jeito do nosso novo estilo de vida: a vida nômade. E nos adaptamos muito bem.

Pôr do sol do Mirante Sunset Bar: íamos sempre que podíamos
Pôr do sol do Mirante Sunset Bar: íamos sempre que podíamos

Continuar lendo Chegou ao fim nossa #VidaNômadePipa


Sexta é dia de bar: Pipa Beach Club, o nosso bar preferido à beira mar de Pipa

Começamos a nossa temporada de 2 meses em Pipa-RN (Leia as matérias da série Vida Nômade Pipa) esta semana e já temos o nosso barzinho preferido à beira mar: o Pipa Beach Club. O ambiente, o visual perfeito da praia, o cardápio variado e o bom atendimento são os principais atrativos do bar e restaurante.

O Pipa Beach Club fica bem na praia do Centro de Pipa e tem realmente um  conceito de clube, dá para passar o dia inteirinho nele. Tem piscina, redes, puffs para descansar e mesas com a melhor vista para as praias e falésias. Além disso, tem uma trilha sonora de música ambiente maravilhosa.


Pipa Beach Club tem uma das melhores vistas para a praia da Pipa
Pipa Beach Club tem uma das melhores vistas para a praia da Pipa

 

Continuar lendo Sexta é dia de bar: Pipa Beach Club, o nosso bar preferido à beira mar de Pipa


A vida nômade começa agora. E lá vamos nós para nossa quarta mudança do ano

Eu nasci e fui criada no mesmo apartamento, onde vivi até os 24 anos, quando eu e Fred nos casamos. Meus pais e meu irmão moram lá até hoje. Quando eu e Fred nos casamos tínhamos nosso apartamento próprio e eu não tinha nenhum plano de me mudar. Vivia dizendo que detestava a ideia de mudar de casa.  Até que veio a Volta ao Mundo e aí passamos 7 meses em constante mudança. Foram dezenas e dezenas de “endereços” em 20 países. Quando voltamos de viagem, nosso apartamento estava alugado e o contrato só encerraria em agosto deste ano. Ficamos então, pouco mais de dois meses na casa dos pais de Fred e depois alugamos um mini apartamento (para não dizer kitnet), onde ficamos até recuperar nosso apartamento, o que aconteceu em agosto.

De volta ao nosso apê, o remodelamos, compramos os objetos que tínhamos vendido e ainda estamos pagando as prestações, e agora lá vamos nós para nossa quarta mudança do ano. Desta vez, vamos passar uma temporada de dois meses em Pipa-RN, como expliquei no post  1 ano que retornamos da Volta ao Mundo e agora seremos Nômades Digitais. Continuar lendo A vida nômade começa agora. E lá vamos nós para nossa quarta mudança do ano