5 Restaurantes para passar o Ano Novo em Paris

Já estamos quase em meados de novembro e todo mundo já está com a cabeça nas festas de fim de ano. Muita gente tem aproveitado as promoções das companhias aéreas para passar o Ano Novo no exterior. E Paris é sempre um dos destinos mais desejados. Hoje, trago para vocês um post escrito especialmente para o CV, por Rafaela Borges, travel blogger do Vem Comigo, blog com dicas diretamente de Paris. Ela preparou uma lista de 5 restaurantes para passar o Ano Novo em Paris. 

Continuar lendo 5 Restaurantes para passar o Ano Novo em Paris


Saboreando Paris oferece tours gastronômicos na capital francesa

tour-gastronomico-parisSe tem uma coisa que é tão imperdível em Paris quanto a Torre Eiffel é se deliciar com a boa culinária da cidade, que é considerada a capital mundial da gastronomia. Aliás, a UNESCO concedeu à culinária francesa o título de Patrimônio cultural imaterial da humanidade. E para ajudar aos leitores do blog, o Compartilhe Viagens fechou parceria com a Saboreando Paris, empresa das viajantes e também blogueiras Josi Brignol e Louise Elali. Com uma proposta super interessante, a Saboreando Paris, oferece experiências gastronômicas escolhidas a dedo por essas duas brasileiras que moram em Paris e querem que seus compatriotas possam aproveitar muito bem sua viagem. Continuar lendo Saboreando Paris oferece tours gastronômicos na capital francesa


Ingressos para as principais atrações de 6 cidades da Europa e Nova York à venda no blog

O Compartilhe Viagens fechou uma parceria com a empresa holandesa Ticketbar e agora você pode comprar ingressos para as principais atrações de seis cidades europeias (Lodres, Amsterdã, Barcelona, Madri, Roma e Paris) e Nova York com praticidade, segurança e ótimos preços. Tudo online e longe das longas filas!

Para comprar os ingressos, basta acessar esse link: https://compartilheviagens.com.br/ingressos/, escolhe a cidade que deseja comprar os ingressos e a forma de pagamento. As informações sobre cada atração estão em português. Os preços vendidos são os mesmos dos praticados nas bilheterias ou mais baratos. O Compartilhe Viagens recebe por comissão, sem custo adicional para os compradores! Continuar lendo Ingressos para as principais atrações de 6 cidades da Europa e Nova York à venda no blog


Blogagem coletiva: Retrospectiva com os 12 posts mais especiais de 2012

Olá viajantes!

O ano já está nos seus últimos dias e só tenho a agradecer. 2012 foi um ano muito especial e para mim, isso muito se deve ao Compartilhe Viagens. Fiz muitos amigos a partir do blog, que nasceu sem muitas pretensões, conheci outras realidades e tive um grato reconhecimento do trabalho que tenho feito com muito carinho. Aliás, como diria Confúcio “escolha um trabalho que você ame e não terás que trabalhar um único dia em sua vida” e O CV tem me ensinado que isto não é balela, mas é realmente possível.

Gostaria de agradecer imensamente a todos que colaboraram com este projeto, aos viajantes que me enviaram suas experiências, que para minha surpresa, foram muitos; ao mestre Antonino Condorelli, que tem cadeira cativa no blog, com sua coluna O Vagamundo, onde sempre publica seus belíssimos textos reflexivos; as empresas que apostaram no blog, como a Harabello Turismo, o Restaurante Caxangá Pipa, a Pousada Pedra Grande e o Taverna Pub. Por fim, quero agradecer a meu companheiro de vida e de viagens, que está por trás de tudo no CV, como analista de sistemas e fotógrafo nas horas vagas, Fred Santos.

Este post não é uma retrospectiva qualquer, faz parte da blogagem coletiva de fim de ano, da qual estão participando dezenas de blogs de viagens. Cada um escolheu os seus 12 posts mais especiais de 2012.

Para mim, a tarefa de escolher os melhores posts deste primeiro ano é ainda mais difícil, pois tudo foi muito especial. Como o Compartilhe Viagens não é escrito apenas por mim, resolvi dividir a seleção em seis posts de minha autoria e seis posts de viajantes colaboradores. Para não ser injusta escolhendo os melhores textos de colaboradores, pois todos foram muito importantes para o blog, vou colocar os que tiveram mais acessos e repercussão.

Os 6 posts mais especiais (escritos por Karla Larissa):

1-      Roteiro: Natal (RN) para turistas e natalenses: Escrever sobre minha cidade e com a ajuda do meu pai, Carlos Eduardo, que é guia de turismo em Natal há mais de 15 anos, foi muito especial. Mas melhor ainda, foi acompanhar a repercussão que o post teve, sendo o campeão de acessos e comentários do blog. E o seu desdobramento, que será o Rota 84 (www.rota84.com.br), um site filho do CV com conteúdo exclusivo de Natal e do Rio Grande do Norte que lançaremos em breve.

Noite de lua cheia em Natal. Foto: Canindé Soares
Noite de lua cheia em Natal. Foto: Canindé Soares

Continuar lendo Blogagem coletiva: Retrospectiva com os 12 posts mais especiais de 2012


Vive l’amour!

Olá viajantes!!

Que Paris é a cidade do amor não temos dúvidas. Mas a história que recebemos do viajante Antônio Araújo Júnior, que é servidor público federal de Boa Vista, é realmente surpreendente. Sua viagem à Paris, em dezembro de 2012, que mais parece tirada de um filme, virou notícia em Roraima. E hoje ele compartilha com a gente essa linda história. Abri espaço para este post, que não é estritamente sobre dicas de viagens, para mostrar como uma viagem pode mudar nossas vidas para sempre!

Paris por Antônio Araújo

Um belo dia de agosto, resolvi entrar num bate papo internacional  de Paris e comecei a olhar os perfis de pessoas interessantes. Uma foto em especial me chamou a atenção, a de um rapaz de 42 anos chamado David. Começamos a teclar dias após dias. Passaram setembro, outubro, novembro e em dezembro resolvi conhecê-lo em Paris.

Fiquei meio receoso, pois não o conhecia e nem sabia como seriam nossas reações. Fui ao seu encontro e lá estava ele no Aeroporto Charles de Gaulle me esperando com um grande sorriso. Naquela hora, senti que ele tinha o mesmo sentimento que o meu. Na data da minha volta ao Brasil, em 28 de dezembro,acabei não voltando sozinho. David resolveu vir comigo.

David e Antonio no principal cartão postal de Paris
David e Antonio no principal cartão postal de Paris

Continuar lendo Vive l’amour!


Buenos Aires pela primeira vez

Olá viajantes!

Finalmente vou ter o que falar sobre a cidade que tanto querem saber. Mas antes tenho que confessar, Buenos Aires não estava nos meus planos. Pretendia ir a Santiago, no Chile. Mas o acaso acabou me levando à capital portenha. A ocasião era o aniversário do marido-companheiro de viagens, Fred Santos. Fomos acompanhados dos meus pais, Carlos e Socorro. Então, a minha missão seria traçar um roteiro que agradasse aos quatro. E parece que deu certo. Sobre os nossos cinco dias em Buenos Aires, escreverei de um modo diferente, não irei relatar a viagem dia a dia, como normalmente faço, mas a dividirei em vários posts mais explicativos que espero que ajudem aqueles que sonham em conhecer BsAs.

Grupo de viagem: Fred, eu, painho (Carlos) e mainha (Socorro)
Grupo de viagem: Fred, eu, painho (Carlos) e mainha (Socorro)


Para começar, vou listar algumas coisas que quem vai a Buenos Aires pela primeira vez precisa saber:

Continuar lendo Buenos Aires pela primeira vez


De Londres a Paris de Eurostar

De todos os trechos que fiz na Europa na minha viagem em maio, o mais tranquilo, confortável e barato foi o de Londres a Paris com a Eurostar, a companhia de trens de alta velocidade.

Comprei as passagens poucos meses antes da viagem pelo próprio site da Eurostar, por 42,50 Euros, e como meu marido Fred Santos ainda é considerado jovem na Europa por ter 25 anos (Eu só tenho 26, tá? E ele faz 26, ainda esse ano! hehe), pagou um pouco menos, 41,50 Euros. Recebemos a confirmação da compra, juntamente com o código da reserva e os horários da viagem por email.

Continuar lendo De Londres a Paris de Eurostar


Palácio de Versailles: passeio imperdível para quem visita Paris


Ruas de Versailles
Ruas de Versailles

Se for a Paris, reserve sem falta um dia para conhecer Versailles. Sei que em uma viagem, um dia inteiro para conhecer apenas um lugar pode parecer desperdício. Mas lhe garanto que conhecer Versailles irá lhe proporcionar uma experiência incrível!

 

Duas dicas são fundamentais para quem

Palácio de Versailles
Palácio de Versailles

se dispõe a conhecer este Patrimônio Mundial da UNESCO: saia cedo e esteja com muita disposição para encarar filas. Bem, filas para conhecer monumentos em Paris são inevitáveis. No entanto, as de Versailles parecem sem fim. Porém, a espera que no nosso caso, foi de pouco mais de 2 horas, será compensada. E lembre-se: o castelo é fechado à segunda-feira.

 

Filas para visitar o Palácio
Filas para visitar o Palácio

Para chegar a Versailles é preciso pegar o RER C. A estação mais próxima, que foi a que descemos, é a Versailles-Rive Gauche, mas para chegar até lá, vai depender do seu ponto de saída. Os mapas das linhas do RER são mais complicados do que as do metro, pelo menos eu achei, então, sempre antes de sair, peça informações no hotel. O melhor é pegar um mapinha e pedir para ao recepcionista para marcar as estações.

 

Da estação Rive Gauche até o Palácio são poucos metros, uma rápida caminhada e já está lá. No dia que fomos, estava nublado e depois ficou muito quente.  Tivemos que encarar duas filas: uma para comprar os ingressos e outra para entrar. Você pode evitar uma delas, comprando os ingressos diretamente no site do Chateau de Versailles. Você também pode comprar um tour guiado desde Paris aqui.

Quem quiser fazer o tour guiado pelo Palácio de Versailles e pelos jardins, incluindo transporte saindo de Paris, pode reservar aqui

No portão principal
No portão principal

Os bilhetes são vendidos separadamente por áreas do Chateau: palácios e jardins ou integrados. Pagamos 15 euros pela entrada no Palácio e mais 8,50 euros, por pessoa, pelo ingresso para os jardins.

 

Luxo, beleza e ostentação são palavras, que para mim, descrevem melhor o Castelo de Versailles, que começou a ser construído pelo rei Luís XIII e foi transformado e ampliado pelo seu filho, Luís XIV, que em 1682 instalou lá a Corte e a sede do Governo Francês. Os reis sucessores Luís XV e Luís XVI renovaram o Castelo e criam novos apartamentos. A monarquia francesa só deixou Versailles, após os primeiros dias da Revolução Francesa.

Palácio de Versailles
Palácio de Versailles

Para uma apaixonada por história, como eu, a visita ao Castelo me fez vivenciar tudo o que li nos livros e com novos aprendizados, pois a visita é feita com áudio-guia, disponível em 11 idiomas. É super interessante saber e imaginar que o castelo, mesmo na época da monarquia, era aberto à visita do povo, que podia,

Interior do Palácio de Versailles
Interior do Palácio de Versailles

por exemplo, acompanhar o rei acordar! Isso porque os reis mais do que as celebridades de hoje eram considerados divindades. E não é todo dia que se vê um enviado de Deus acordar!

 

É difícil descrever a beleza e riqueza de detalhes do Palácio, por isso, vou deixar as imagens falar por si.

Interior do Palácio
Interior do Palácio
Sala de obras de artes do Palácio
Sala de obras de artes do Palácio
Sala dos espelhos
Sala dos espelhos

Bem, o tour pelo Palácio pode não ser tão tranquilo, pois sempre haverá muita gente e mesmo um lugar tão grande quanto um castelo, pode parecer pequeno quando se está em meio a turistas curiosos e ansiosos por tirar fotos (sem flash e sem tripé).

Já o passeio aos jardins pode ser mais tranquilo, o que não significa que estará na companhia de poucas pessoas. A visita aos jardins de Versailles foi um dos momentos mais mágicos da minha viagem à Europa.

Multidão nas escadas do jardim
Multidão nas escadas do jardim

Uma das coisas que mais amo nos filmes é que a vida acontece com trilha sonora. E o passeio aos jardins de Versailles é feito com uma linda trilha sonora de música clássica que pode ser ouvida por toda parte. Incrível!

Os jardins e bosques de Versailles, que somam no total quase 40, e formam uma linda área verde sem fim. Acho que foi lá que criaram a expressão “a perder de vista”.

Jardins a perder de vista
Jardins a perder de vista

Um dos muitos jardins de VersaillesNos jardins, é possível fazer passeios a pé, bicicleta e em carrinhos, semelhantes aos de golfe. No canal, também possível andar de caiaque.

Um dos momentos mais emocionantes vividos nos jardins de Versailles foi o show musical das fontes, onde a água jorrada da fonte acompanha o movimento e o ritmo da música. Lindo!! Lindo!! Para quem quiser assistir, é importantes saber, que o espetáculo só acontece aos finais de semana.

Em Versailles, cometemos um grande pecado. Não visitamos os Castelos de Trianon e o Domínio de Maria Antonieta. O tempo foi curto, chegamos tarde e já era quase início de noite quando fomos colocar alguma coisa no estômago, após o café da manhã. Além disso, é bom deixar algo para ver para sentir ainda mais vontade de voltarmos a Paris!

Resolvemos comer na Brasserie de La Girandole e fomos atendidos por um garçom super bem humorado, que ao descobrir que éramos brasileiros ainda fez graça sobre a Copa de 1998.

Encerramos a nossa visita a Versailles por aí. Já era tarde e a noite ainda íamos visitar o Museu d´Orsay, pois era a Noite Europeia dos Museus, que contarei em outro post.

Compre na Livraria do Compartilhe Viagens:

tp-paris-ebook

Compre ingressos com desconto para as principais atrações de Paris e não perca tempo em filas.

*O Compartilhe Viagens participa de um programa de afiliados do Ticketbar, por meio do qual é possível comprar ingressos on- line com descontos e segurança e ainda ajudar ao blog se manter. 

Reserve seu hotel em Paris

*O Compartilhe Viagens participa de um programa de afiliados do Booking.com, por meio do qual é possível reservar hotéis  com descontos e segurança e ainda ajudar ao blog se manter.