Passeio de volta à ilha na Ilha Grande-RJ

A Ilha Grande, em Angra dos Reis, é a maior ilha do estado do Rio de Janeiro e a quinta maior ilha marítima do Brasil. São 193 km2 a ilha principal, além das pequenas ilhas em volta. Então, é bem improvável conseguir ir a todas as praias em uma primeira visita. Mas no passeio de lancha de volta à ilha é possível conhecer algumas das praias principais e ter um bom panorama da Ilha Grande. O passeio é belíssimo e inclui a famosa a praia do Aventureiro, famosa pelo seu coqueiro torto, que estampa os cartões postais da Ilha Grande (foto em destaque).

Todas as agências da Ilha Grande oferecem o passeio de Volta a Ilha e, como são pequenas, normalmente elas juntam os grupos para completar a lancha. O passeio sai às 9h30 do cais de Abraão e retorna às 17h30.

Como o passeio abrange várias praias, recomendo fazer nos primeiros dias de estadia na Ilha Grande para fazer um reconhecimento da ilha e depois escolher que trilhas ou passeios fazer nos dias seguintes. O bom deste passeio é que ele inclui praias mais distantes de Abraão, mais difíceis de chegar por trilhas.

Água cristalina do Caxadaço
Água cristalina do Caxadaço

A primeira parada do passeio é na praia do Caxadaço, uma pequena enseada com a água cristalina, ótima para snorkeling (os snorkels e máscaras estão incluídos no passeio). Chegamos com o tempo nublado, mas a medida que o tempo abria, a visibilidade ficava ainda melhor. Lá deu para ver corais e bastante peixinhos.

O Caxadaço é um ótimo ponto para snorkeling
O Caxadaço é um ótimo ponto para snorkeling

Depois só passamos pela praia a Dois Rios, conhecida como a Praia do Presídio, pois lá estão as ruínas do Instituto Penal Cândido Mendes, presídio de segurança máxima desativado em 1994. Mas nem deu para ver o presídio. O passeio que faz parada em Dois Rios é o Super Sul.

Caxadaço é uma pequena enseada, com ma faixa de areia bem pequena
Caxadaço é uma pequena enseada, quase sem faixa de areia

A próxima praia foi Parnaioca, uma praia deserta, cercada por mata, água cristalina e um rio que desemboca no mar. Nesta praia não tem nenhuma barraca, vendedor ambulante, nada do tipo. Apenas natureza.

Praia da Parnaioca
Praia da Parnaioca
Praia da Parnaioca por outro ângulo
Praia da Parnaioca por outro ângulo
Parnaioca também tem água cristalina, com boa visibilidade para snorkeling
Parnaioca também tem água cristalina, com boa visibilidade para snorkeling

A praia seguinte é uma das mais esperadas do passeio, a famosa praia do Aventureiro, onde tem alguns restaurantes e casas. Na minha opinião, não é a praia mais bonita, apesar de também ter areia branca e água cristalina, mas ganhou fama por causa do coqueiro torto, que ajuda a compor belas fotos da praia. Dica: assim que descer do barco, corra para o coqueiro, pois todo mundo que fazer foto lá e as pessoas demoram muito fazendo várias poses. No começo, até conseguimos organizar uma fila para as fotos, mas depois as pessoas começam a desrespeitar, entrar nas fotos dos outros.

Chegando na Praia do Aventureiro
Chegando na Praia do Aventureiro
O famoso coqueiro da Praia do Aventureiro
O famoso coqueiro da Praia do Aventureiro

Outra praia maravilhosa que faz parte do passeio é a praia dos Meros, que tem uma pequena faixa de areia, delimitada por uma cerca de uma propriedade privada. Esta praia também tem águas cristalinas, e, como quase todas praias da Ilha Grande, está cercada por muita mata e rochas.

Praia dos Meros
Praia dos Meros

A nossa parada para almoço e última parada do passeio foi a praia de Maguariqueçaba. O almoço não está incluído no passeio, mas cada agência tem o seu restaurante parceiro e os pedidos são anotados ao longo do dia para quando chegamos na praia, o almoço já está praticamente pronto. Se quiser também, é possível comer em outros restaurantes, já que nesta praia tem várias opções, ou petiscar.

Maguariqueçaba, local da nossa parada para almoço
Maguariqueçaba, local da nossa parada para almoço

Como o dia de passeio é longo e a parada para o almoço é já no fim da tarde, recomendo levar lanches, água e se quiser, também pode levar bebida alcoólica. Não se esqueçam do protetor solar e dos óculos escuros, pois na lancha são poucos os espaços cobertos. E, claro, toalha ou canga para se enxugar, pois como a água da Ilha Grande é muito gelada, faz bastante frio depois com o vento na lancha (por isso, escolhi sentar no sol também).

O passeio é bem tranquilo, então, pode ser feito com crianças e pessoas mais velhas. A única dificuldade são os pontos de entrada e saída da lancha, que sempre tem que cair na água e ir caminhando até a areia. Em cada praia é feita normalmente uma parada de cerca de 40 minutos.

Na baixa estação, pagamos R$ 140 (junho de 2017) por pessoa no passeio com a agência Nativos. Mas os preços dependem da temporada, da agência e da negociação.

Outro passeio imperdível na Ilha Grande é a Praia de Lopes Mendes, sobre o qual já escrevi neste post:

Ilha Grande-RJ: Praia de Lopes Mendes, uma das mais bonitas do Brasil

Reserve sua hospedagem na Ilha Grande – RJ 

Quer viajar para o Rio de Janeiro? Confira estas promoções que encontramos para você!

Ilha Grande-RJ: Praia de Lopes Mendes, uma das mais bonitas do Brasil

A Praia de Lopes Mendes, na Ilha Grande, no Rio de Janeiro está sempre na lista das praias mais bonitas do Brasil. No Travellers’ Choice 2017, promovido pelo TripAdvisor, ficou na 11a posição entre as 25 melhores praias do país e na 17a, considerando as praias da América do Sul. Então, é claro que este é um dos mais tradicionais passeios para quem visita a Ilha Grande.

A vila de Abraão, vista do barco
A vila de Abraão, vista do barco

Para chegar lá é preciso pegar um barco em Abraão, a maior vila da Ilha, onde normalmente os turistas se hospedam. Várias agências vendem o passeio e, normalmente, todas se juntam para formar grupos e dividir entre os barqueiros. Os barcos geralmente partem entre às 9h e 11h30 e retornam entre às 13h e 17h. Isso é combinado quando você compra o passeio, que custa ida e volta R$ 30 (julho de 2017).

Reserve sua hospedagem na Ilha Grande

No caminho até a praia do Pouso
No caminho até a praia do Pouso

Em barco, leva em torno de 1h para chegar até Praia do Pouso, onde começa a trilha para Lopes Mendes. A trilha tem  1km de extensão, está bem sinalizada e leva entre 20 a 30 minutos o trecho e tem um pouco de subida, mas é fácil.

Praia do Pouso
Praia do Pouso
Início da trilha para Lopes Mendes
Início da trilha para Lopes Mendes

Como a trilha é por dentro da mata, a trilha é praticamente toda na sombra, e no caminho é possível encontrar saguis (micos) e pássaros. Não esqueça do repelente.

Sagui na trilha para Lopes Mendes
Sagui na trilha para Lopes Mendes
Pássaro visto na trilha para Lopes Mendes
Pássaro visto na trilha para Lopes Mendes

Logo você irá chegar a famosa Lopes Mendes, uma praia extensa, com areia branca e mar verde, cercada por montanhas e mata. No inverno, a praia estava quase vazia e encontramos apenas uma barraquinha, logo no início. Então, recomendo levar água e lanche. Não tem guarda-sóis, mesas ou cadeiras. Mas tem muitas árvores, especialmente castanheiras, para ficar debaixo e muita areia para estender a canga no sol, quem preferir.

Praia de Lopes Mendes
Praia de Lopes Mendes

No final da praia (caminhando para à esquerda do ponto onde você chegou) tem uma boia de navio, que se desprendeu do mar, encalhou na areia da praia e ganhou um mosaico feito por um artista plástico. Deste ponto, a vista da praia é também mais bonita (foto acima).

A faixa de areia da praia é bem extensa
A faixa de areia da praia é bem extensa

Lopes Mendes é um lugar pra relaxar, caminhar, admirar a natureza e, pra quem encara (como eu), tomar um banho gelado e revigorante no mar cristalino.

Bóia com mosaico
Bóia com mosaico

Quando fomos, o dia estava muito nublado e choveu um pouco, por isso, a água parecia mais escura. Mas depois que o sol apareceu por um pouco tempo deu para ver a tonalidade maravilhosa entre o azul e verde.  

Tomando banho no mar gelado de Lopes Mendes
Tomando banho no mar gelado de Lopes Mendes

Para quem chegar cedo na praia dá para fazer a trilha também para a praia vizinha, Santo Antônio.

Mas para ir até lá, tem que pegar a trilha de volta para Lopes Mendes, e  pegar uma derivação para Santo Antônio. A caminhada é entre 10 a 15 minutos. A praia de Santo Antônio tem o mar mais agitado e é mais rochosa e tem um riacho de água doce que desemboca na areia da praia. Como saímos tarde de Abraão, 11h30, infelizmente, não tivemos tempo de ir até Santo Antônio.

Lembre-se de voltar a fazer a trilha para a praia do Pouso, no máximo às 16h30, pois os últimos barcos saem às 17h e não é permitido pernoitar nas praias, que é uma área de proteção ambiental.

Se chegar mais cedo e quiser comer alguma coisa, na Praia do Pouso tem um restaurante flutuante e alguns ambulantes. Saindo de Pouso às 17h, o retorno a Abraão será por volta das 18h.

Entardecer na volta para Abraão
Entardecer na volta para Abraão

Depois do dia em Lopes Mendes, em que nem mesmo a chuva e as nuvens, conseguiram ofuscar a beleza da praia. Tenho que concordar que ela merece estar na lista das melhores do Brasil.

Lopes Mendes, uma das praias mais bonitas do Brasil - check! =)
Lopes Mendes, uma das praias mais bonitas do Brasil. Não tem como não ficar feliz neste paraíso! =)

Conheça outras praias que já visitamos e que estão entre as melhores do Brasil:

Baía do Sancho – Fernando de Noronha (1º lugar)

Praia dos Carneiros – Pernambuco (2º lugar)

Praia do Forno -Arraial do Cabo(3º lugar)

Praia do Farol – Arraial do Cabo (4º lugar)

Praia da Cacimba do Padre – Fernando de Noronha (6º lugar)

Baía dos Golfinhos – Fernando de Noronha (7º lugar)

Prainhas do Pontal do Atalaia – Arraial do Cabo (9º lugar)

Praia da Conceição – Fernando de Noronha (13º lugar)

Praia do Madeiro – Pipa (15º lugar)

Quarta Praia – Morro de São Paulo (18ºlugar)

Lagoinha do Leste – Florianópolis (20º lugar)

Quer viajar para o Rio de Janeiro? Confira estas promoções que encontramos para você!

Angra dos Reis: o cenário de novela existe!

Chegamos a Paquetá

Olá viajantes!

O post de hoje é sobre a bela Angra dos Reis. Compartilhe com vocês os dois belos dias em que estive no incrível condomínio Porto do Frade.

Boa viagem!

Angra dos Reis reúne em um só lugar, belezas naturais, luxo e muito glamour. Pelo menos é assim nas novelas globais. Também não é a toa que os ricos e famosos brasileiros que se prezem tem ilhas ou pelo menos uma mansão no município. E foi em busca desse cenário de novela, uma paraíso com 365 ilhas, uma para cada dia do ano e mais de 2 mil praias, que escolhi Angra como um dos destinos a ser visitado durante o intervalo dos dois finais de semana de shows do Rock in Rio, em setembro de 2011.

Continuar lendo Angra dos Reis: o cenário de novela existe!