Viajantes: Glácia Marillac e sua leveza

Olá viajantes!!

Hoje, finalmente, volto com a seção Viajantes, onde apresento a vocês, por meio de uma entrevista, pessoas para as quais viajar é um modo de levar a vida. E não poderíamos ter um retorno melhor.

A viajante que trago hoje é a jornalista Glácia Marillac. Ela já tinha dado uma palhinha para a gente com o belíssimo texto “O Caminho:Trilha Inca no Peru“. Na ocasião, a apresentei como “uma pessoa de um coração lindo, com uma grande preocupação com o social e o espiritual, uma ‘alma boa’ como se diz”.

Não é bajulação! Quem conhece sabe que Glácia tem um dom raro das pessoas que sabem viver. E um dos segredos para isso é que ela faz tudo com dedicação e paixão. E é assim também com as viagens. Aliás, isso é algo que diferencia os viajantes dos turistas. Os viajantes viajam porque amam fazê-lo e não apenas porque estão de férias.

Bem, vamos a entrevista! 

Continuar lendo Viajantes: Glácia Marillac e sua leveza


O Caminho:Trilha Inca no Peru

Olá viajantes!

Há muitos motivos para viajar. Há pessoas que viajam para fazer turismo pura e simplesmente, a trabalho, para fazer compras, há pessoas que estão em busca de crescimento espiritual ou pessoal. São muitos os motivos, mas todas as viagens têm algo em comum: levam ao aprendizado.

Hoje trago para vocês, um post diferente do que vocês estão acostumados a ler no blog, não é nenhum roteiro, ou textos com dicas, mas um belíssimo texto reflexivo da jornalista Glácia Marillac sobre a sua experiência ao fazer a trilha Inca no Peru.

Para quem não a conhece e eu ainda a conheço pouco, mas de cara já percebe-se que Glácia Marillac é uma pessoa de um coração lindo, com uma grande preocupação com o social e o espiritual, uma “alma boa” como se diz. Mas isso, vocês vão poder sentir no texto dela, que aliás, está dividido em parte I e II e foi originalmente publicado em sua coluna Pé no Mundo no site Eu Cuido da Minha Cidade.

Antes de irmos ao texto, algumas informações sobre a trilha Inca do Peru: o caminho Inca não é para simples turistas. É uma aventura sempre acima dos 2.300m.  Essa altitute pode causar eventuais dores de cabeça, enjôos, palpitações no coração, falta de ar e até mesmo vômitos.

Boa viagem!

Continuar lendo O Caminho:Trilha Inca no Peru