No filme “A Praia”, de 2000, o personagem de Leonardo Di Caprio, Richard, arrisca a sua vida para encontrar aquele que seria o paraíso na terra, uma praia sem turistas. Essa praia é Maya Bay e fica em Koh Phi Phi, na Tailândia. É sim um paraíso na terra, mas não está livre de turistas. A boa notícia é que você também pode conhecê-la!

Ton Sai Bay  e os lindos barcos tailandeses
Ton Sai Bay e os lindos barcos tailandeses

Koh Phi Phi foi o primeiro lugar que visitamos na Tailândia. Na verdade, chegamos via Phuket, mas só passamos a noite para pegar o barco no dia seguinte para Phi Phi. Koh significa ilha, em tailandês. O ticket para o barco você pode conseguir direto no hotel ou agência e isso inclui uma van para levá-lo até o porto ou comprar diretamente no porto que, é claro, sai mais barato.

Phi Phi é dividida em duas ilhas: Don, lado onde ficam os hotéis, pousadas, albergues e o centrinho com bares, lojas e restaurantes e Leh, onde fica a famosa Maya Bay.

A pequena ilha, que fica no meio do nada, vive em função dos turistas, que são muitos, durante o ano todo. No lugar não há carros, apenas bicicletas, que são o meio de transporte oficial dos moradores e, é claro, os barcos. Aliás, os barcos tailandeses são de uma beleza especial. Em formato semelhante ao de uma canoa, são sempre decorados com flores e fitas coloridas e combinam perfeitamente com a cor turquesa do mar de Andaman, e fazem cada foto parecer uma pintura.

Detalhe de um barco tailandês
Detalhe de um barco tailandês

Phi Phi Don é uma ilha bem estreita. Os barcos chegam pela Ton Sai Bay e do outro lado fica a Loh Dalam Bay, uma praia lindíssima, ótima para banho. Lá também estão vários bares, onde à noite é possível assistir os famosos shows de pirotecnia tailandeses. Um dos mais conhecidos e que tem os shows mais bacanas é o Slinky. Imperdível, mas não recomendo participar da brincadeira de pula corda pegando fogo para ganhar doses, por motivos óbvios. No dia seguinte, muitos gringos aparecem com queimaduras nas pernas e nem lembram como aconteceu.

Loh Dalam Bay
Loh Dalam Bay
Show no Slinky
Show no Slinky

Outra praia incrível em Phi Phi Don é Long Beach, que é possível chegar de trilha ou alugando um barco. Nós alugamos um barco por um valor bem em conta, que não sei exatamente, pois perdi meus bloquinhos com todas as anotações. Mas é um valor acessível, mesmo para apenas duas pessoas. Em Long Beach ficam apenas alguns resorts, recomendo levar um lanche, e de lá tem uma vista perfeita para Phi Phi Leh.

Long Beach
Long Beach

Maya Bay, é claro, é a grande atração do lugar e todos os dias muitos barcos saem de Koh Phi Phi Don, Ao Nang e Phuket para visitar a praia, um tesouro escondido bem no centro de Koh Phi Phi Leh.

É possível contratar o passeio em uma das muitas pequenas agências de Phi Phi Don ou mesmo no hotel. Faça antes uma rápida pesquisa de preços. O passeio normalmente inclui snorkell e paradas em vários pontos: Viking Cave, Monkey Beach, Bamboo Island, Shark Point. Os barcos saem pela manhã ou a tarde. Este último inclui o pôr do sol e foi a nossa escolha.

O nosso passeio não foi assim perfeito, o barco estava superlotado, tivemos que descer pelas costas de Maya Bay, subir uma escada, foi tudo um pouco perigoso e me machuquei. Chegamos com a maré cheia e a praia estava lotada. Mesmo assim, a praia é inegavelmente linda e dá para entender perfeitamente porque o Di Caprio se arriscou para chegar lá. Para evitar situações como essa, procure uma boa agência e peça detalhes sobre o passeio.

Maya Bay, A Praia
Maya Bay, A Praia

Há também um pacote que inclui passar a noite e amanhecer em Maya Bay, o que deve ser incrível, pois esta é a única forma de ver a praia vazia. Não fizemos, pois eu estava adoentada e o passeio tem um preço um pouco salgado, algo como US$ 57 por pessoa. Além disso, antes, quem fazia este passeio dormia na praia, mas isso foi proibido e, agora, só é possível dormir no barco.

Ficamos 4 dias em Phi Phi e, se pudesse, ficaria mais. O ideal é ficar no mínimo dois dias. Apesar de minúscula, há muito o que fazer na ilha. Uma coisa imperdível é fazer a trilha que leva ao View Point. É um pouco difícil, mas a vista é recompensadora. No meio da nossa subida caiu um temporal, enquanto esperávamos a chuva passar, conhecemos o simpático Pee Pee, um senhorzinho que tem um mercadinho e cuida de um jardim no topo da montanha. Há dois views points, um mais baixo, com a trilha mais curta e outro mais alto, que leva o dobro do tempo. Se tiver fôlego, vá até o final. E terá esta vista incrível:

Koh Phi Phi do View Point
Koh Phi Phi do View Point

E para completar a estadia perfeita na ilha, presenteie-se com uma massagem nos pés ou no corpo, que pode sair por menos de R$ 10, 30 minutos.

Ficou com vontade de conhecer a Tailândia? Adquira o nosso guia:

bannertailandia728x90px

Leia nosso post de apresentação da Tailândia:
Tailândia pela primeira vez: dicas e o que você precisa saber

Veja outros blogs que já escreveram sobre Koh Phi Phi:

Koh Phi Phi e Maya Bay – Preciso Viajar
Koh Phi Phi, Tailândia – um verdadeiro paraíso natural – Viajando com Eles
Phi Phi e Phuket – as famosas ilhas da Tailândia – 360 Meridianos

Reserve seu hotel em Koh Phi Phi.


Comentários

  • Oi Karla,

    Apesar do descaso do governo após o tsunami, Koh Phi Phi conseguiu despertar muita coisa boa em mim. Difícil ser diferente com um lugar tão bonito.

    Peguei um pôr do sol em View Point que foi sacanagem…indescritível.

    Obrigado pela indicação 🙂

    Beijos

  • Pingback: Tailândia pela primeira vez: o que você precisa saber | Compartilhe Viagens()

  • Eu ia perguntar sobre o tsunami mesmo. Como estão as coisas por lá? Eles conseguiram reconstruir o que foi destruído?

    É chover no molhado dizer que essas fotos estão lindas, né? rsrs

    Ótima escolha do primeiro destino da volta ao mundo pra escrever no blog. Vou acompanhar os próximos posts.

    Beijos!

    • Bem, eu não sei dizer como era antes. Mas eu acho que sim, pois não tinha a sensação de que as coisas tinham sido destruídas lá, aliás, se não fossem as placas de rota de fuga de Tsunami não daria nem para saber que houve uma tragédia como essa na ilha.

      Beijo e obrigada pela visita!

  • Pingback: Como organizar um mochilão pelo Sudeste Asiático | Compartilhe Viagens()

  • Elise

    Olá! Em que época vocês foram à Tailândia?

    • Oi Elise, estivemos na Tailândia entre maio e junho de 2013. Diziam que era época mais esquente, e choveu só alguns dias em junho. Mas não era o dia todo. Voltamos 1 dia a Bangkok em julho, aí era o mundo se acabando em chuva.