Lajedo Soledade (Rio Grande do Norte): sítio arqueológico e pinturas rupestres – onde o sertão já foi mar

Na cidade de Apodi, no sertão do Rio Grande do Norte, a 340 km de Natal, fica o Lajedo Soledade, uma área de aproximadamente 2km2, que há aproximadamente 90 milhões, já foi fundo do mar. O Lajedo é um sítio arqueológico que guarda pinturas rupestres que teriam entre 3 a 5 mil anos e fósseis de animais da Era Glacial. Nós visitamos o Lajedo Soledade, em uma viagem que fizemos pelo RN, com os nossos sobrinhos, e tanto nós quanto eles ficamos impressionados com a quantidade de pinturas e como elas estão bem conservadas.

O Lajedo Soledade já foi fundo do mar há 90 milhões de anos, aproximadamente
O Lajedo Soledade já foi fundo do mar há 90 milhões de anos, aproximadamente

Continuar lendo Lajedo Soledade (Rio Grande do Norte): sítio arqueológico e pinturas rupestres – onde o sertão já foi mar


Bate volta de La Paz a Tiwanaku, as ruínas pré Incas

A 72 km de La Paz está o sítio arqueológico de Tiwanaku (também se escreve Tiahuanaco, Tiahuanacu e Tihunaco), Patrimônio Mundial da Unesco desde 2000. Um bate-volta imperdível para quem visita a capital administrativa da Bolívia. Algumas agências oferecem o passeio de um dia, mas ir por conta própria é bem fácil.

As vans para Tiwanaku saem da rua paralela ao cemitério de La Paz, do mesmo lugar de onde partem. Duas cooperativas oferecem o trajeto. O trecho custa 10 bolivianos por pessoa, com o mínimo de 10 pessoas. É preciso esperar a van lotar ou ratear o valor mínimo. Por isso, o melhor horário para ir é no início da manhã, quando mais pessoas procuram o serviço e o número mínimos de passageiros é alcançado logo.

Tiwanaku
Tiwanaku

Continuar lendo Bate volta de La Paz a Tiwanaku, as ruínas pré Incas