Bolívia: Por dentro de uma mina de prata em Potosí

Quando a gente é criança, a gente sempre se pergunta de onde vêm as coisas ou como são feitas. Mas depois que nos tornamos adultos, parece que nós ligamos o piloto automático e não nos preocupamos muito em saber se aquela roupa baratinha que compramos pela internet foi costurada por trabalhadores em condições análogas a escravidão na Ásia ou sobre todo o trabalho que alguém ou muitas pessoas tiveram para um vegetal chegar à nossa mesa e a gente simplesmente decidir que não tá afim de comer e jogá-lo fora no lixo. Essas são situações que, normalmente, não temos tempo para parar e refletir em nosso corrido dia a dia. Eu, por exemplo, nunca tinha parado para pensar sobre todo o risco, trabalho e sofrimento que alguém pode passar para que eu use três delicados anéis em minhas mãos. Não até estar me esforçando para puxar o pouco de ar que tinha para dividir com outras oito pessoas em um apertado buraco em uma mina de prata em Potosí, na Bolívia.

Mina de prata no Cerro Rico, Potosí
Mina de prata no Cerro Rico, Potosí

Continuar lendo Bolívia: Por dentro de uma mina de prata em Potosí


Mochilão na Bolívia: 10 coisas que você precisa saber antes de ir

Um país cheio de belezas naturais e culturalmente rico. Vizinho do Brasil, barato para viajar e  que não exige visto para os países do Mercosul. Assim é a Bolívia. No entanto, o país ainda está fora da lista dos destinos mais visitados pelos turistas brasileiros, que na América do Sul, inclui Chile e Argentina. Talvez porque a Bolívia tenha  fama de “durona”. Você sempre irá ouvir alguém dizer que é um país difícil de viajar. Para os mochileiros, no entanto, esse pode ser um atrativo a mais. Um desafio. Mas não é para tanto. Você só precisa saber de algumas coisas antes de ir e poderá tirar a viagem pelo país “de letra” e, certamente, irá se surpreender. Neste post, listei as 10 principais coisas que você precisa saber para planejar o seu mochilão pela Bolívia.

Laguna e vulcão da região de Lipez
Laguna e vulcão da região de Lipez

1- Viaje com milhas

É possível viajar para Bolívia com a mesma quantidade de milhas necessárias para viajar pelo Brasil. Com 10 mil milhas por trecho é possível emitir uma passagem para o país. Em geral, os trechos com milhas são oferecidos para Santa Cruz de la Sierra. Para quem é da região sul e sudeste também há muitas promoções de passagens que podem compensar mais do que usar as milhas.

2- É muito barato

Em tempos de alta de dólar, todo mundo está buscando por destinos mais baratos e a Bolívia é um deles. Apesar de o real também ter se desvalorizado com relação ao Boliviano (veja aqui a cotação atual), o custo de viajar pelo país é ainda muito baixo. É possível ficar em um quarto compartilhado, pagando R$ 15, na capital La Paz; pagar em torno de R$ 5 por uma refeição com entrada, prato principal e suco; e menos de R$ 0,50 em uma passagem de transporte público.

3- É um país cheio de belezas

Alguns dos lugares mais bonitos que já vimos no Mundo (Salar de Uyuni, Lipez e Isla del Sol) ficam na Bolívia. O país tem muitas belezas e o melhor é que algumas delas ainda não são tão exploradas. Mas da mesma forma também não estão preparadas para receber os turistas mais exigentes, porém satisfazem bem as necessidades de um mochileiro.

Isla del Sol
Isla del Sol

Continuar lendo Mochilão na Bolívia: 10 coisas que você precisa saber antes de ir