Nunca é tarde para começar a viajar

Estávamos em um ônibus em Potsdam, uma bela cidade que fica cerca de 40 minutos distante de Berlim, quando entrou um senhor que aparentava ter mais de 70 ou talvez 80 anos e tentava comprar a passagem do ônibus na máquina com certa dificuldade. Depois de um tempo, uma moça o ajudou. Ele sentou próximo de onde estávamos eu, Fred e nossa amiga alemã Juli.

Pelo guia que tinha na mão, ele era um turista japonês. Viajando sozinho naquela idade. Começamos a pensar sobre o que o levara a viajar sozinho mesmo já sendo bastante idoso.

Juli e Fred comentaram que sentiam pena do velhinho por naquela idade não ter companhia para viajar. A princípio, também senti pena quando ele não estava conseguindo operar a máquina, mas, na verdade, eu também não sei mexer direito nelas. Então, logo pensei: “Que máximo! Nessa idade ainda ter vontade de viajar, de conhecer o mundo e ter coragem de ir sozinho”.

Imaginei que para estar viajando naquela idade sozinho, ele deveria ser um viajante experiente. Depois pensei: “e se só depois de idoso ele teve oportunidade de viajar, depois de uma longa vida de trabalho e cuidado com a família?”

Bem, a história do velhinho japonês, eu nunca irei saber já que não chegamos a conversar com ele, pois logo tivemos que descer do ônibus. Mas posso contar a vocês um pouco da minha história de viajante e sobre como nunca é tarde para começar a viajar. Continuar lendo Nunca é tarde para começar a viajar