Bueno Brandão: cidade das cachoeiras no Sul de Minas

Por Cláudia Andrade

A 187 km da capital paulista, Bueno Brandão é uma cidadezinha do sul de Minas Gerais, conhecida como a cidade das cachoeiras. São 33 ao todo, e apesar da beleza de cada uma, o que me chamou atenção em Bueno Brandão foi o ar do interior, a paisagem calma e rural de uma típica cidade do interior de Minas.

Cláudia Andrade na Cachoeira de Sta Rita
Cláudia Andrade na Cachoeira de Sta Rita

Para quem quer fugir da agitação da cidade grande e curtir a natureza,  Bueno Brandão é uma ótima opção. No inverno, entre os meses de junho e agosto, a viagem fica ainda mais gostosa, pois à noite, a temperatura pode chegar aos 9 graus, uma delícia para quem curte o friozinho.

A cidade de apenas 10 mil habitantes não tem agitação noturna, mas não significa que você não tem o que fazer lá a noite. O céu é tão limpo que você pode ver todas as estrelas possíveis, uma visão maravilhosa e inspiradora.

Chalé na Pousada do Vale
Chalé na Pousada do Vale

Existem ótimas opções de hospedagem, pousadas encantadoras como a Pousada e Spa Cutural Encantos do Vale, onde fiquei. O lugar é bem agradável, com uma energia muito boa. Tem uma proposta  meio espiritual de conexão com a natureza e consigo mesmo. Os cháles são bem aconchegantes e modernos, tem uma queda d’agua linda que passa bem atrás da pousada e oferece aos hóspedes a sonoridade de uma cachoeira tranquila. Os preços também são bem atrativos, entre R$ 600 e R$ 700 o final de semana, bem diferente de locais como Campos do Jordão que para o mesmo período os valores  muitas vezes chegam a mais de 2 mil reais.

Canto místico na Pousada do Vale
Canto místico na Pousada do Vale

E as cachoeiras…. ah! elas são majestosas. No inverno não dá pra se arriscar em entrar na água, pois a temperatura é gelada, mas no verão deve ser um banho delicioso. Visitei duas, a Cachoeira de Santa Rita e a Cachoeira do Luís.

Cachoeira de Sta Rita
Cachoeira de Sta Rita

A Cachoeira de Santa Rita fica dentro de uma propriedade particular, você paga 4 reais por pessoas e pode disfrutar da sua beleza. Não é muito grande, mas é bem bonita.

Já a Cachoeira do Luís é bem maior , assim como a estrutura onde ela está localizada. Lá tem restaurante, tirolesa e passeio de boia.  A cachoeira é bem extensa e tem duas piscinas artificiais onde os visitantes podem tomar banho, no verão pelo menos. Para entrar, você paga R$ 8 (por pessoas) e escolhe as atividades que quer fazer. Além descer até a cachoeira, meu esposo e eu escolhemos descer a Tirolesa, um passeio gostoso. Vale a pena. O valor é de R$ 50 por pessoa.

James, marido de Cláudia, na propriedade da Cachoeira do Luis
James, marido de Cláudia, na propriedade da Cachoeira do Luis
James, marido de Cláudia, na Cachoeira do Luis
James na Cachoeira do Luis

A gastronomia da cidade é simples, bem mineira com restaurantes simples mas muito aconchegantes e o melhor, você não vai gastar muito.

Gostei muito de conhecer Bueno Brandão e quero voltar lá com certeza antes que essa pequena cidade se torne um atrativo maior e perca um pouco da sua beleza rústica do interior.

 

 

 

 

Reserve sua hospedagem na Pousada e Spa Cutural Encantos do Vale

Procure outras pousadas em Bueno Brandão

Quer viajar para Minas Gerais? Confira estas promoções que encontramos para você!

Belo Horizonte: o que fazer em 2 dias

Belo Horizonte é a principal porta de entrada para quem visita Minas Gerais, mas muita gente vê a cidade apenas como uma base para viajar por cidades históricas nos arredores ou alguns dos muitos parques naturais de Minas. No entanto, BH tem também muito a oferecer a turistas. E não estou falando só de boa comida e bebidas. =) A cidade, que foi uma das primeiras capitais planejadas do Brasil e hoje é um grande centro urbano com 2,5 milhões de habitantes, tem belas praças, parques urbanos e muitos museus, sem falar nos mercados, feirinhas e, claro, os botecos. Dois dias é o mínimo necessário para conhecer Belo Horizonte. Saiba o que fazer em, pelo menos, 2 dias em BH: Continuar lendo Belo Horizonte: o que fazer em 2 dias


Viagem de carro pelas cidades históricas de Minas: Tiradentes, São João del Rei e Congonhas

Se Minas Gerais fosse um país, considerando a sua área geográfica, seria a França. Aliás, o estado brasileiro é até um pouquinho maior que o país europeu. Mas, tal qual a França, viajar por Minas é encher os olhos com tantas belezas naturais e, principalmente, com seu rico patrimônio histórico e cultural. Sem falar que Minas é um dos melhores estados para comer e beber. Onde quero chegar com esse “nariz de cera” é que é impossível conhecer tudo o que se quer em uma única viagem a Minas. Então, a difícil missão é escolher quais cidades visitar. Da primeira vez, visitei Belo Horizonte, Ouro Preto, Mariana e o Inhotim. Desta vez, quando fomos participar do Encontro da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem, em BH, aproveitamos para fazer uma viagem de carro pelas cidades históricas de Tiradentes, São João del Rei e Congonhas, que fazem parte da Estrada Real. Fizemos a viagem em 3 dias, partindo de BH.

Tiradentes, Minas Gerais
Tiradentes, Minas Gerais

Continuar lendo Viagem de carro pelas cidades históricas de Minas: Tiradentes, São João del Rei e Congonhas


Visita à exposição ComCiência, em Belo Horizonte

Depois do Encontro da Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem 2016, aproveitamos as últimas horas em Belo Horizonte para visitar a Exposição ComCiência, que está no Centro Cultural Banco do Brasil BH até 9 de janeiro. A mostra da artista autraliana Patrícia Piccinini sempre me despertou muita curiosidade e, ao vivo, é ainda mais impressionante. A entrada na exposição em BH é gratuita.

Continuar lendo Visita à exposição ComCiência, em Belo Horizonte


Encontro da RBBV 2016: saiba como foi

Normalmente quando chegamos muito cansados de uma viagem, especialmente quando tivemos que acordar na madrugada para pegar um voo, queremos chegar em casa, tomar banho, comer e dormir. Mas nesta segunda-feira (29), quando chegamos de Minas Gerais, eu só queria tomar banho, comer e trabalhar no blog (e fiz isso por várias horas)! Aliás, já vinha trabalhando no voo, entre um cochilo e outro. Tudo isso porque o Encontro da Rede Brasileiras de Blogueiros de Viagem (RBBV) 2016, que aconteceu de 25 a 27 de novembro, em Belo Horizonte, nos deixou cheios de ânimo e inspiração com todo o aprendizado e vivências que tivemos durante os últimos dias. E para não deixar vocês só na curiosidade, resolvi contar neste post como foi o evento que comemorou os 5 anos da Rede.

Continuar lendo Encontro da RBBV 2016: saiba como foi


Blogueiros de Viagem lançam a campanha #UmAbraçoEmMariana

A Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem (RBBV), da qual o Compartilhe Viagens é integrante, lançou a campanha #UmAbraçoEmMariana para ajudar às vítimas do desastre ocorrido no dia 5 de novembro, quando duas barragens da mineradora Samarco se romperam na cidade de Mariana (MG), provocando uma avalanche de lama e rejeitos sólidos, 62 milhões de metros cúbicos de restos do processo de mineração na região. O que já é considerado o maior desastre ambiental da história de Minas Gerais e um dos maiores já ocorridos no país. Continuar lendo Blogueiros de Viagem lançam a campanha #UmAbraçoEmMariana


Estrada Real: Ouro Preto e Mariana em 1 dia

Em 2014 estou tendo o prazer de viajar mais pelo Brasil e de riscar da minha Bucket List Nacional destinos que há muitos anos sonhava em conhecer, como Manaus e a Floresta Amazônica, Paraty e um pouco mais do interior do Rio Grande do Norte. Agora consegui riscar mais um: as cidades históricas de Minas Gerais. Não todas, o que deve ser impossível em uma única viagem. Mas pelo menos duas das mais famosas: Ouro Preto e Mariana. Visitei as duas, a partir de um bate-volta de Belo Horizonte. Além de um dia perfeito, ganhei dois carimbos no passaporte da Estrada Real. Apenas o começo de um caminho que pretendo desbravar em outras viagens. Neste post, explico como organizar o roteiro de um dia para essas duas cidades e como conseguir o passaporte e carimbos da Estrada Real.

Ouro Preto
Ouro Preto

Continuar lendo Estrada Real: Ouro Preto e Mariana em 1 dia


Inhotim: natureza e arte em um lugar único

Uma ideia incrível, um lugar lindo, arte e natureza integradas. O Inhotim é certamente um lugar único. O maior centro de arte ao ar livre da América Latina fica no pequeno município de Brumadinho, de apenas 30 mil habitantes, e que fica a 60 km de Belo Horizonte. Aberto ao público há apenas 8 anos, o Inhotim é um dos dois museus brasileiros a constar na lista dos 25 melhores museus do Mundo, (Travelers´Choice Museums 2014), divulgada recentemente pelo TripAdvisor. O Instituto não pode ficar de fora do roteiro de quem visita Minas Gerais. Neste post, explico todos os passos para quem quer visitar o Inhotim, fazendo um bate-volta de Belo Horizonte.

IMG_4394

Continuar lendo Inhotim: natureza e arte em um lugar único