Chuva de Bala no País de Mossoró: espetáculo conta a história de resistência do povo mossoroense ao bando de Lampião

Chuva de Bala no País de Mossoró é apresentado em frente a Igreja São Vicente, onde o fato histórico aconteceu
Chuva de Bala no País de Mossoró é apresentado em frente a Igreja São Vicente, onde o fato histórico aconteceu

No dia 13 de junho de 1927, Mossoró, no Rio Grande do Norte, entrou para história como a primeira cidade nordestina (alguns relatos dizem que foi também a única) a expulsar o bando do cangaceiro Lampião, com a participação do povo. Esta história de resistência do povo mossoroense é recontada, todos os anos, no espetáculo “Chuva de Bala no País de Mossoró”, apresentado durante o Mossoró Cidade Junina. A encenação chegou este ano a 16a edição, celebrando os 90 anos do acontecimento, que ainda hoje é motivo de orgulho para a cidade. Nós viajamos a Mossoró, neste fim de semana, e assistimos pela primeira vez ao espetáculo. Saímos impressionados com o espetáculo que é uma superprodução que conta com 76 artistas mossoroenses e quase 150 profissionais na produção e é encenada em frente à Igreja de São Vicente, onde o combate realmente aconteceu. O Chuva de Bala será apresentado até o próximo dia 30 e, quem tiver a oportunidade, vale a pena conferir.

Continuar lendo Chuva de Bala no País de Mossoró: espetáculo conta a história de resistência do povo mossoroense ao bando de Lampião


Piranhas, Alagoas: cidade base para conhecer os Cânions do São Francisco

Piranhas, no Oeste de Alagoas, divisa com Sergipe, é uma cidade muito charmosa, com seu centro histórico às margens do rio São Francisco e também cheia de história. Esteve nos Caminhos do Imperador, quando Dom Pedro II fez uma expedição pelo Rio São Francisco, em 1859, e também foi a cidade onde foram expostas as cabeças de Lampião, Maria Bonita e outros 9 cangaceiros logo após terem sido mortos. Hoje, Piranhas é uma cidade turística, cheia de opções de hospedagens, restaurantes, bares e museus. E foi a nossa escolha de cidade base para conhecermos os Cânions do São Francisco.

Centro histórico de Piranhas, Alagoas
Centro histórico de Piranhas, Alagoas

Continuar lendo Piranhas, Alagoas: cidade base para conhecer os Cânions do São Francisco


Rota do Cangaço: passeio pelo rio São Francisco e trilha até o local onde Lampião e seu bando foram mortos

Se não for o mais famoso, Virgulino Ferreira da Silva, o Lampião, é, provavelmente, o mais controverso dos personagens nordestinos. Alguns o têm como um Robin Hood, outros, como um bandido violento. De personagens históricos a folclóricos, Lampião e seus cangaceiros, alguns deles são tidos até como santos, despertam ainda hoje, a curiosidade de muita gente. Na “Rota do Cangaço” conhecemos o final trágico de sua história. O passeio parte do município de Piranhas, Alagoas, onde descemos o rio São Francisco de lancha até a Fazenda Angicos para fazer a trilha que leva até o local onde Lampião, sua companheira, Maria Bonita e mais nove cangaceiros foram mortos.

A princípio, a ideia do passeio me pareceu um pouco mórbida, mas a Rota do Cangaço, além de ser um passeio pela história e cultura nordestinas, também inclui paisagens muito bonitas, como o vilarejo de Entremontes. Na Fazenda Angicos funciona um restaurante com uma ótima estrutura e ponto para banho no rio São Francisco.

Reflexo no Rio São Francisco
Reflexo no Rio São Francisco

Continuar lendo Rota do Cangaço: passeio pelo rio São Francisco e trilha até o local onde Lampião e seu bando foram mortos