O encontro de Elis com o mar era um dos momentos que eu mais aguardava desde que ela nasceu. Por sorte, ela chegou no “inverno” (em Natal, isso só significa um pouco de chuvas e uma temperatura mais amena) e justo no início do verão estaria apta para ir à praia. Mas a minha ansiedade era tanta que acabei adiantando algumas semanas e a levamos antes de completar os seis meses, idade recomendada pelos pediatras (que o dela não leia isto! hehe). Para essa primeira vez, escolhemos uma das minhas praias favoritas no Rio Grande do Norte: Praia de Camurupim, a 30 km de Natal. Aproveitamos a oportunidade para nos hospedar no Praia Bonita & Convention, que há um bom tempo queria conhecer. Ficamos duas noites.

Assista o vídeo para ter uma amostra dos lugares escolhidos:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

O Rio Grande do Norte é um estado abençoado por belezas naturais. E com tantas belas praias foi difícil escolher uma para a primeira vez da nossa filha. A eleita foi a Praia de Camurupim, a 30 km de Natal. E para o passeio ficar ainda mais completo, Elis ainda experimentou banho de lagoa na belíssima Lagoa de Arituba e banho de piscina no @praiabonitaresort, que foi nossa escolha para hospedagem. Assistam ao vídeo e nos digam se foi ou não foi uma boa escolha. 😍 Para ler o post completo sobre a primeira viagem da nossa bebê à praia, clique no link na bio. #visitrn #meurnélindo #riograndedonorte #rn #praiadecamurupim #lagoadearituba #viagemcombebê #viagemcomcrianças #tresnomundo

Uma publicação compartilhada por Compartilhe Viagens (@compviagens) em

Continue lendo este post:


Comentários

  • Édipo Elder

    As melhores praias são as mais afastadas de Natal. As urbanas tem sério risco de problemas poluição.

    E da última vez que fui com Édrick (ele pequeno, por volta de 2003 ou 2004) para Ponta Negra, só tive raiva. Reclamei de um cara com cachorro na praia, ele mandou eu cuidar da minha vida (e eu tava cuidando da vida do meu filho para não pegar germes de fezes de cachorro).
    O mais sério foi um senhor fantasiado de Lampião passeando com cavalo na praia. Ele passou o cavalo para a filha que saiu trotando pela areia, e quase acerta meu filho. Fui reclamar e ele disse que “era o ganha pão dele e que se não fizesse aquilo ia fazer o quê? Roubar?”. Não contei mais conversa. Procurei um posto policial e denunciei. Os PM falaram “de novo?” e foram lá mandar sair da praia.

    Nunca mais pisei em Ponta Negra com criança e não recomendo a ninguém.