A região da Chapada Diamantina é formada por 24 municípios e vários distritos. O mais turístico deles é Lençóis, base para a maioria dos visitantes da Chapada. A cidade, fundada no século 19, após a descoberta de jazidas de diamantes na região, tem o charme de suas construções históricas, uma boa estrutura de hospedagem, restaurantes e agências de viagem. Também é a mais próxima dos principais atrativos do Parque Nacional. Entre um passeio e outro, você poderá conhecer a cidade. Neste post, listei o que tem para fazer em Lençóis e outras dicas.

Rua da Baderna
Rua da Baderna

Onde ficar

Como disse, Lençóis tem uma boa estrutura de hospedagem, com várias opções hotéis, pousadas e hostels. O centro histórico da cidade é pequeno, então, se hospedando nesta parte da cidade, você estará bem localizado, especialmente próximo das ruas Miguel Calmon (antiga rua da Baderna) e Almirante Barroso (antiga rua das Pedras), onde ficam a maioria dos bares, restaurantes e onde a noite acontece.

Nós ficamos no Hi Hostel Suítes por cinco noites, incluindo o Rèveillon. Em Lençóis tem dois Hi Hostel, o que ficamos foi o Suítes, que tem opção de quartos para casal com banheiro privativo e também quartos compartilhados.

Faça sua reserva no Hi Hostel Suítes Lençóis.

Os quartos têm banheiros privativos, ar condicionado, ventilador, chuveiro elétrico, tv, armários. E o café da manhã tem frutas, pães, queijos, sucos, café. O hostel também tem uma cozinha que pode ser utilizada pelos hóspedes. O ponto alto deste HI é a localização excelente, quase em frente à rua da Baderna. Também uma das proprietárias, Fernanda, é uma simpatia, e nos ajudou bastante a organizar o nosso roteiro na Chapada.

Veja outras opções de hospedagem em Lençóis e faça sua reserva.

O que fazer

Mercado de Lençóis
Mercado de Lençóis

Como Lençóis será a base para a sua visita para a Chapada Diamantina, provavelmente, você fará muitos passeios de um dia pelos arredores e ficará na cidade por mais tempo à noite, que é também quando tudo acontece.

O centro histórico de Lençóis é pequeno, mas muito bonito, cheio de prédios interessantes.

Igreja de Nosso Senhor dos Passos e o Mercado
Igreja de Nosso Senhor dos Passos e o Mercado

A igreja Nosso Senhor dos Passos fica do outro lado da ponte, na entrada do centro histórico. Logo após a ponte está o Mercado de Lençóis. Em frente ao mercado está a Rua das Pedras, assim como a Rua da Baderna (rua perpendicular à das Pedras), é cheia de bares, restaurantes e lojinhas. Essas ruas são bem estreitas e com acesso apenas para pedestres. À noite são ocupadas por mesas, cadeiras e músicos, alguns contratados pelos bares e outros que tocam por conta própria.

Rua da Baderna (esquerda) e Rua das Pedras (direita)
Rua da Baderna (esquerda) e Rua das Pedras (direita)

No final da rua das Pedras está a igreja de Nossa Senhora do Rosário.

Logo na entrada da cidade, depois que passa a ponte, à direita, há um largo com bonitos casarões, onde funcionam os Correios, o Banco do Brasil e o Campus da Chapada da Universidade Estadual de Feira de Santana.

Subindo por essa rua, você chegará na pracinha do Coreto, onde estão os prédios da Prefeitura, da Câmara Municipal e outras repartições públicas.

Praça do Coreto
Praça do Coreto

Continuando pela pracinha do Coreto até chegar ao Hotel Portal de Lençóis, você poderá ter acesso ao Parque Municipal do Serrano, conhecido como a praia de Lençóis. O Serrano é um parque municipal que inclui as piscininhas naturais ou caldeirões que se formam no rio Lençóis, o Salão de Areias Coloridas, a Cachoeirinha, a Cachoeira Primavera, o Poço Halley e um mirante.

Artistas de rua, na noite de Lençóis
Artistas de rua, na noite de Lençóis

Saiba mais sobre o Serrano neste post:

https://compartilheviagens.com.br/chapada-diamantina-roteiro-cachoeira-do-mosquito-serrano-e-cachoeirinha/

Bate-voltas

A partir de Lençóis é possível fazer bate-voltas para vários dos mais importantes atrativos da Chapada Diamantina, especialmente para quem visita pela primeira vez.

Nós fizemos os seguintes roteiros de um dia, partindo e voltando para Lençóis:

Dia 1 – Rio Mucugezinho, Poço do Diabo, Morro do Pai Inácio e Pratinha

Dia 2 – Cachoeira do Mosquito, Serrano e Cachoeirinha

Dia 3 – Remanso, Marimbus e Roncador

Dia 4 – Cemitério Bizantino e Cachoeira do Buracão (esse é bem mais distante).

Se você não estiver de carro, é possível fazer os passeios com agências de viagem, mas os preços são um pouco salgados, em média de R$ 130 por pessoa, sem entradas (valores de dezembro de 2016 e janeiro de 2017).

Alugue um carro na Chapada Diamantina

Onde comer

Moqueca vegetariana do Namoranga
Moqueca vegetariana do Namoranga

Lençóis tem uma ótima variedade de restaurantes, com opções que vão da gastronomia regional à internacional, do “gourmet” à comida de rua. Também tem vários restaurantes com opções vegetarianas e veganas, o que foi perfeito para mim! =)

Ravioli vegetariano do Sabor da Terra
Ravióli vegetariano do Sabor da Serra

Alguns dos restaurantes que fomos e recomendamos:

Para quem quiser economizar mais, em Lençóis tem mercadinhos, lanchonetes e várias opções de comidas de rua.

Achei Lençóis um charme de cidade e realmente a melhor opção de cidade base para visitar a Chapada Diamantina, especialmente porque foi a nossa primeira viagem à região. Mas algumas outras cidades podem servir de base, como Ibicoara, Mucugê , Palmeiras.

Veja o nosso roteiro completo na Chapada Diamantina:

Chapada Diamantina pela primeira vez: roteiro para 5 dias

Quer viajar para a Bahia? Confira estas promoções que encontramos para você!

Comentários