A foto de destaque deste post é do Mirante da Janela, provavelmente, um dos ângulos mais bonitos da Chapada dos Veadeiros, Goiás. O mirante é uma formação natural, em que as pedras parecem formar uma janela com vista para as cachoeiras dos Saltos do Rio Preto, que ficam dentro do Parque Nacional. Nós fizemos a trilha que leva ao mirante e conto como foi neste post.

Apesar da vista ser para as cachoeiras dos Saltos, o mirante fica fora da área do Parque Nacional da Chapada dos Veadeiros. Para chegar ao local, onde se inicia a trilha, são 36km de asfalto e 3km de terra, de carro, saindo de Alto Paraíso em direção a São Jorge.

Paisagem no início da trilha
Paisagem no início da trilha

A trilha é de nível médio a difícil, por isso, o ideal é fazer com acompanhamento de guia, que foi o que fizemos, apesar de não ser obrigatório. A diária do guia, em Alto Paraíso, custa R$ 150 para um grupo de até 5 pessoas. O guia que nos acompanhou, Victor, foi recomendado pelo Centro de Atendimento ao Turista (CAT) de Alto Paraíso. A taxa cobrada na entrada do local onde se inicia a trilha, que é propriedade privada, é de R$ 10 por pessoa.

É recomendável ir de botas para trilhas ou tênis, levar protetor solar, repelente, muita água, lanche (compramos um kit com lanche e água que é vendido por trás do CAT de Alto Paraíso e vem bem completo), e ir de preferência com roupas que protejam do sol.

No total são 8km de trilha, ida e volta, indo do nível fácil a difícil. Na metade do caminho, fizemos uma parada para banho na Cachoeira do Abismo, uma cachoeira de época, que só se forma em período de chuvas.

O começo da trilha é fácil e começa a ficar mais difícil depois da cachoeira do Abismo, por isso, aproveite bem o banho. A parte pesada é o 1km final de subida até o mirante. Chegamos nesse ponto da trilha entre 12h e 13h e o sol estava escaldante, o que tornou mais cansativo. Mas não é nada impossível e não chega a ser difícil para quem é acostumado a fazer trilhas. Além disso, a recompensa é incrível.

Banho na cachoeira do Abismo
Banho na cachoeira do Abismo

Antes de ir para o mirante da janela, fizemos uma parada em outro mirante de onde temos essa vista:

Vista para as cachoeiras dos Saltos
Vista para as cachoeiras dos Saltos

E depois, finalmente, chegamos ao famoso Mirante da Janela.

Mirante da Janela
Mirante da Janela

Importante: para subir na pedra onde fizemos essa foto, é preciso tomar muito cuidado. Nós subimos, com as orientações do guia e tomando todo cuidado para não cair, nem nos machucarmos.

Achei a caminhada de volta mais pesada do que a ida, talvez pelo cansaço e calor de início da tarde. Fizemos outra parada para banho na Cachoeira do Abismo, que, apesar de estar bem seca, no início de abril, parecia ainda melhor na volta para nos refrescarmos do calor e descansarmos antes de continuar pelos quilômetros finais. A trilha em si tem umas 3h de duração, mas se contar com as paradas para banho, umas 4h.

Vista do alto da janela
Vista do alto da janela

A trilha do Mirante da Janela nos proporcionou algumas das paisagens mais bonitas da Chapada dos Veadeiros. Vale cada gota de suor. O acompanhamento do guia, para nós, também foi muito importante, para tornar a trilha mais segura, pelas explicações e orientações.

Recomendo o trabalho de Victor, que foi super gente boa e profissional. Além do que, foi ele que fez essas fotos incríveis de nós dois. Quem tiver interesse, pode entrar em contato com Victor, pelo (62) 9825-1626 (Whatsapp) ou pelo Instagram (@sertao_zen).

Outros posts sobre a Chapada dos Veadeiros:

Chapada dos Veadeiros: dicas para organizar sua viagem e roteiro para 4 dias

Chapada dos Veadeiros: Cachoeiras São Bento e Almécegas I e II

Chapada dos Veadeiros: Vale da Lua e Jardim de Maitreya

Quer viajar para a Chapada dos Veadeiros? Confira estas promoções que encontramos para você!

Reserve sua hospedagem na Chapada dos Veadeiros


Comentários

  • wemerson andrade

    muito obrigado pelo detalhes das explicção ! parabens pelo blog