Bogotá é quase sempre a porta de entrada dos brasileiros para a Colômbia. A capital do país é uma cidade grande, com 8 milhões de habitantes e quase 12 milhões em sua região metropolitana. A cidade, em si, não é tão bonita, como Cartagena, mas é muito rica culturalmente e cheia de opções. É possível visitá-la por dias e dias sem esgotar os seus atrativos, mas se seu tempo for curto na Colômbia, reserve no mínimo três ou quatro dias na capital. Ao longo dos oito dias em que estivemos em Bogotá, publiquei vários posts sobre a cidade, agora faço um resumo do que você precisa saber antes de ir a Bogotá e o que fazer.

Capitólio Nacional
Capitólio Nacional

Rua de Bogotá
Rua de Bogotá

Moeda

Pesos colombianos (COP). Veja a cotação atual.

Estado

Bogotá é a capital do estado chamado Cundinamarca.

Clima

Bogotá é uma cidade alta, cercada por montanhas. A altitude da cidade varia entre 2.540 a 3.600, por isso, o clima é quase sempre frio. A temperatura média é de 14°C, e varia pouco ao longo do ano, mas pode chegar a temperaturas negativas. Bogotá tem um clima um pouco louco, então, em um mesmo dia pode fazer sol, chuva, frio e calor. O ideal é vestir-se em camadas.

Como chegar

Bogotá tem um moderno aeroporto internacional, El Dorado, que recebe voos do Brasil com a Avianca, Copa Airlines e LAN. O aeroporto fica relativamente próximo do centro da cidade, 30 minutos de carro e um pouco mais de 1h de ônibus. O trecho de táxi ao bairro de La Candelaria, no centro, custa 25 mil COP.

A capital colombiana também está ligada ao resto do país por linhas rodoviárias, que chegam e partem do Terminal de Transporte de Bogotá. Para cidades mais próximas, como Zipaquirá e Villa de Leyva, os ônibus saem do Portal Norte.

Existe uma recomendação geral para evitar ônibus noturnos, por causa do risco de assaltos nas estradas. Mas, em todo país, as estradas têm presença de militares, que fazem a segurança.

Onde ficar

O bairro de La Candelaria é o que concentra mais opções de atividades turísticas, por isso é um dos mais escolhidos para hospedagem. Também tem muitas opções de restaurantes e transporte. Mas, como todo bairro de centro, é muito movimentado durante um dia e um pouco “suspeito” durante à noite. Hospedando-se em La Candelaria ou próximo, ganha-se muito tempo de locomoção, pois é possível fazer quase tudo a pé.

La Candelaria
La Candelaria
PF tradicional da Colômbia
PF tradicional da Colômbia

Reserve sua hospedagem em Bogotá com o Booking.com.

Segurança

Quando viemos para a Colômbia, nos falaram muito para tomar cuidado. Afinal, foram anos e anos de mídia negativa em função da situação do país relacionada aos cartéis de drogas e às FARC. Mas as coisas mudaram bastante no país nos últimos anos. Em toda Bogotá, há forte presença da polícia e em alguns lugares também do Exército (o que é comum em todo país). Dessa forma, as recomendações de cuidado são as mesmas das grandes cidades do mundo, tomar cuidado com os seus pertences para evitar furto e andar por ruas com maior movimento.

Em quinze dias no país, nós já esquecemos nossa câmera em um restaurante, a carteira com dinheiro, cartões e documentos em um hostel e um tênis em um acampamento. Todos só nos demos conta muito tempo depois que tínhamos perdidos e todos nos foram entregues. A carteira, aliás, enviaram por correio para outra cidade.

Transporte

Estação do Transmilenio
Estação do Transmilenio

Bogotá tem um sistema de transporte muito eficiente, o Sipt, que conta com o Transmilenio (vermelhos), que são BRTs que circulam pelas principais avenidas da cidade; os microônibus alimentadores (verde), que ligam os bairros às estações e aos portais; os microônibus urbanos (azuis), que circulam também pelas principais vias da cidade; os complementares (laranja), que também levam as estações do Transmilenio e, por fim, o especial (roxo), que transita pelas zonas periféricas da cidade. Todos têm um sistema unificado, e é necessário colocar crédito em um cartão. A passagem custa 1.500 COP em horário normal e 1.800 COP em horário de pico.

A maioria dos ônibus e Transmilenio tem letreiro eletrônico que avisa sobre as paradas.

Os táxis também são muito baratos. A corrida começa em 3.900 COP.

O que fazer

Monserrate
Monserrate

Listo aqui os posts sobre o que fazer em Bogotá, que já publicamos. Todas essas atrações podem ser organizadas no roteiro de 3 ou 4 dias, com exceção de Villa de Leyva, que o ideal é passar pelo menos uma noite.

Bogotá: um dia em La Candelaria só com atrações gratuitas

Museu Botero: atração número 1 de Bogotá é gratuita

Bogotá: Museu do Ouro, Planetário e Plaza de Toros

Cerro Monserrate e La Calera, Bogotá vista do alto

Bogotá: o charmoso bairro de Usaquén e seu mercado de pulgas

Arredores

Maravilha colombiana: Catedral de Sal de Zipaquirá

Conheça Villa de Leyva, cidade colonial a 177 km de Bogotá

Conhecendo Bogotá com amigos

Quem quiser conhecer Bogotá em companhia de locais, recomendo a empresa Colombian Buddy, de nossas amigas Maria Paula e Paola, cujo lema é “não há razão para estar só em um país onde tens um amigo”.

Conheça:

Colombian Buddy: conhecendo Bogotá com amigos


Comentários