Viagem de carro do Rio Grande do Norte à Bahia: nosso roteiro, hospedagens, principais custos

A primeira viagem da minha vida, ou pelo menos, a primeira da qual eu tenho lembrança, foi por volta dos 4 ou 5 anos, de carro, de Natal até Salvador. Fomos meus pais, minha irmã e meu irmão, minha vó paterna e eu (naquele tempo não tinha tantas regras de trânsito! hehe). Todo mundo em um Uno. E vocês não imaginam o tanto de coisa que meus pais trouxeram na volta: tinha de carranca, berimbau a conjunto de jarros de cerâmica (isso do que me lembro), só Deus sabe como coube tudo no carro! haha

Mapa do nosso roteiro. Não estão contabilizados os trechos da Chapada Diamantina
Mapa do nosso roteiro. Não estão contabilizados os trechos da Chapada Diamantina

Já fazia alguns anos que queria refazer essa viagem de carro do Rio Grande do Norte à Bahia, não exatamente a mesma rota, até porque não podia me lembrar de tudo, mas visitando alguns destinos que há muitos anos estavam na minha “wish list”: Chapada Diamantina, Cânions do São Francisco, Morro de São Paulo, Ilha de Boipeba, entre outros. O plano era o seguinte: íamos apenas Fred e eu, dia 26 de dezembro e voltaríamos dia 13 de janeiro. Meu pai já tinha dito várias vezes que queria ir, mas pensava que era brincadeira dele e que ele não poderia por ser mês de dezembro e janeiro (como ele é guia de turismo, é a época que ele trabalha mais), por serem muitos dias e, também, porque íamos fazer muitas trilhas.

Saímos, então, dia 26, somente Fred e eu. Nos despedimos de todos, desejamos feliz Ano Novo, combinei com minha prima de Recife, que iria dormir naquela noite na casa dela. Mais ou menos 1h30 de viagem, quando chegamos no quilômetro zero da BR 101 na Paraíba, o carro simplesmente, acendeu a luz de motor e parou de funcionar. =(

Continuar lendo Viagem de carro do Rio Grande do Norte à Bahia: nosso roteiro, hospedagens, principais custos


Retrospectiva 2016: as 8 viagens que marcaram o nosso ano

É quase um consenso que 2016 não foi um ano fácil, em muitos aspectos (política no Brasil e no Mundo, crise econômica, tragédias etc), mas em termos de viagens, nós não temos o que reclamar deste ano. Viajamos menos do que em 2015, afinal, ano passado, passamos 5 meses fora, no Dois na América, mas conseguimos visitar destinos que há muito tempo sonhávamos em conhecer. E, também, como fizemos viagens mais curtas, conseguimos ter um pouco mais de conforto. Ah! E o melhor de tudo, enquanto publico esta retrospectiva, estamos fazendo uma viagem linda, que há anos planejamos (acompanhe no nosso IG @compviagens). Então, só tenho que esperar coisas boas para 2017! Agora, vamos ao nosso top 7 de viagens marcantes de 2016:

Continuar lendo Retrospectiva 2016: as 8 viagens que marcaram o nosso ano


Conheça as Chapadas Brasileiras

Já faz tempo que as chapadas brasileiras estão na minha lista de destinos dos sonhos. Especialmente a Chapada Diamantina, na Bahia, que é a maior do país. Durante a nossa viagem pela América (Dois na América), que estamos realizando este ano, já encontramos vários estrangeiros que estiveram no Brasil e disseram que a Diamantina é um dos lugares mais lindos que já conheceram.

Chapada Diamantina, Bahia
Chapada Diamantina, Bahia

Continuar lendo Conheça as Chapadas Brasileiras


Praia do Forte (BA): “Ai se eu te pego”

Olá viajantes!

Hoje vamos continuar o passeio pela Bahia. Um estado tão grande, lindo e diverso, certamente rende muitas viagens e histórias.  O texto é de minha autoria e nele vamos fazer um passeio à belíssima Praia do Forte, onde fica a Sede Nacional do Projeto Tamar. O projeto é apenas uma das atrações do lugar, que surpreende com tanta beleza.

Boa viagem!

Praia do Forte (BA) por Karla Larissa

Pelourinho, em Salvador, no São João
Pelourinho, em Salvador, no São João

Estive em Salvador no ano passado no feriadão de Corpus Christi, que caiu no dia 23 de junho e coincidiu com o São João. Só que o que eu não sabia é que lá o dia 24, também era feriado e que os baianos gostavam tanto de São João, quanto de Carnaval. A diferença é que as festas juninas lá, assim como nos outros estados do Nordeste, quase não acontecem na capital, mas pegam fogo no interior.

Portanto, eu encontrei uma Salvador vazia, sem os soteropolitanos, sem os artistas locais e com poucos turistas. Então depois de fazermos o reconhecimento da cidade nos seus pontos turísticos obrigatórios: Pelourinho, Elevador Lacerda, o Mercado Modelo e ver o Pôr do Sol do Farol da Barra. Partimos no dia seguinte para a Praia do Forte, a 56 km do aeroporto de Salvador.

Continuar lendo Praia do Forte (BA): “Ai se eu te pego”


Chapada Diamantina (BA): cenários de tirar o fôlego

Olá viajantes!

Hoje vamos fazer uma viagem a um dos lugares mais lindos do Brasil: a Chapada Diamantina, na Bahia. Com uma diversidade incrível de paisagens e inúmeras opções de passeios capaz de agradar desde aventureiros à turistas convencionais. O texto foi escrito pela jornalista, Lívia Cavalcanti, que faz parte do grupo de APNs (Aventureiros por Natureza), e traz tudo que você precisa saber sobre a Chapada, além de fotos de tirar o fôlego e que dão vontade de sair correndo para lá.

Boa viagem!  

Chapada Diamantina por Lívia Cavalcanti

Sabe aqueles lugares que você não pode deixar de ir durante sua vida? Pois é, a Chapada Diamantina, na Bahia é um deles.  Aliás, diga-se de passagem, o nosso Brasil é cheio desses lugares. Costumo dizer que só parto para expedições no exterior depois de ter conhecido, pelo menos em parte, o estilo de cada região do nosso país.

Mas, voltemos à Chapada Diamantina. O lugar permite todo perfil de visitante, desde os mais aventureiros – que é o meu caso – até os mais convencionais. É possível conhecer belezas naturais tanto fazendo pouco esforço físico, se deslocando mais de carro como também a pé, fazendo trilhas na “natureza selvagem”. Mas, aviso de antemão: a máxima “os lugares mais inacessíveis são os mais bonitos” é verdadeira. Portanto caso queira desfrutar desses locais, prepare-se fisicamente.

Continuar lendo Chapada Diamantina (BA): cenários de tirar o fôlego