Praias do Camboja: Sihanoukville e Koh Rong

Nem só de templos budistas, cerveja barata e memoriais sobre o trágico genocídio  é feito o Camboja. O país também tem belas praias, que podem não ser tão incríveis quanto as da vizinha, Tailândia, mas são menos lotadas de turistas e garantem dias mais relaxantes de sol, mar calmo, brisa e vida mansa. Tudo com um custo infinitamente mais baixo. As praias mais conhecidas ficam em Sihanoukville, mas é na ilha de Koh Rong que você irá encontrar o paraíso.

Koh Rong
Koh Rong

Nós não tínhamos planejado visitar as praias do Camboja, mas quando estávamos nas Filipinas, uma alemã nos falou que tinha visto a praia mais bonita da sua vida em Koh Rong. Pesquisei um pouco mais sobre as praias do país e decidimos passar alguns dias em Sihanoukville e também Koh Rong. Continuar lendo Praias do Camboja: Sihanoukville e Koh Rong


Imperdível no Camboja: Siem Reap e os templos de Angkor

Se você tiver que escolher apenas um lugar para visitar no Camboja certamente deverá ser a cidade de Siem Reap e os templos de Angkor. Como escrevi no post Camboja: 10 coisas que você precisa saber antes de ir, a travessia por rodovia da Tailândia para o Camboja provavelmente será infernal, mas depois de chegar em Siem Reap, o sacrifício valerá a pena. E se não quiser passar por nenhum sacrifício, vá de avião, como sugeri no outro post. Siem Reap é uma cidade pequena e charmosa com muitos restaurantes, bares e, principalmente, hotéis e albergues para hospedar os turistas que visitam os templos de Angkor, que é Patrimônio Mundial da UNESCO.

Monge budista passeia pelo templo Bayron
Monge budista passeia pelo templo Bayon

Continuar lendo Imperdível no Camboja: Siem Reap e os templos de Angkor


Camboja: 10 coisas que você precisa saber antes de ir

O Camboja está entre aqueles países que tem gente que ama e gente que odeia. De tanto ler sobre o país antes da viagem, fui preparada para o pior e coloquei expectativa zero. Os nossos 10 dias no país foram muito intensos e temos lembranças péssimas, maravilhosas, tristes e alegres. Mas cheguei a conclusão que é um país que não pode ficar de fora do roteiro de quem viaja pelo Sudeste Asiático. Um país que causa mudanças em qualquer viajante, sejam elas quais forem. Mas, para que sua viagem pelo Camboja seja a melhor possível, é preciso antes saber de algumas coisas sobre o país. Destaquei 10 delas:

Angkor Wat
Angkor Wat

Continuar lendo Camboja: 10 coisas que você precisa saber antes de ir


Como organizar um mochilão pelo Sudeste Asiático

Sempre que nos perguntam qual foi a melhor parte da nossa Volta ao Mundo, respondemos os 3 meses no Sudeste Asiático.  As belezas naturais, o povo acolhedor, a gastronomia, o baixo custo e a facilidade de viajar são alguns dos bons motivos para viajar pela região (Leia também: 10 motivos para viajar para o Sudeste Asiático).  A maior parte dos países está muito bem preparada para receber os turistas, principalmente, os mochileiros. Mesmos nos países menos desenvolvidos dá para viajar por conta própria tranquilamente. Mas para fazer um mochilão pelo Sudeste Asiático é preciso planejamento e estar atento a peculiaridades da região, como o período de monções.

Koh Phi Phi, Tailândia
Koh Phi Phi, Tailândia

Saiba como organizar o seu mochilão pelo Sudeste Asiático: Continuar lendo Como organizar um mochilão pelo Sudeste Asiático


10 momentos mais marcantes da nossa Volta ao Mundo

Uma pergunta é inevitável para quem faz a Volta ao Mundo: – do que você mais gostou? Eleger um lugar ou um momento em uma viagem longa e marcante como essa é praticamente impossível. Mas nos lançamos um desafio e resolvemos escolher os 10 momentos mais marcantes de nossa Volta ao Mundo.

A escolha não foi fácil e, claro, muitos momentos importantes ficaram de fora. Mas dá para ter uma ideia do que foi a viagem e dos textos que publicarei no decorrer dos próximos meses.

Os fatos estão por ordem cronológica e não de importância, pois escolher entre os dez já seria demais para nosso coraçãozinho.

Continuar lendo 10 momentos mais marcantes da nossa Volta ao Mundo


Missão cumprida: demos a Volta no Mundo! Mas a viagem continua

10h25 de viagem de Los Angeles a Londres e cruzamos o último oceano que faltava para alcançarmos a nossa linha de chegada. O sonho que um dia parecia impossível, enfim, foi realizado. Demos a volta completa no Mundo!!!

Até aqui foram 161 dias, 4 continentes, 11 países, cerca de 40 cidades. Viajamos de avião, ônibus, trem, barco, jeepney, carro… Ainda não parei para contar em quantas superfícies dormimos. Sim, porque nem sempre é uma cama que temos para o nosso descanso. Aprendemos a dizer Oi e Obrigado (a) em pelo menos sete línguas e já temos uma pequena coleção de cédulas e moedas. Os imãs, que são os únicos souvenires que compramos, já pesam na mochila.

As estatísticas, na verdade, são o que menos importam agora. Pois, o mais valioso de tudo isso, o que iremos levar para o resto de nossas vidas, é imensurável. Não há como medir a transformação pessoal pela qual estamos passando, as amizades que fizemos, a sensação de estar em lugares que nem em nossos sonhos mais audaciosos imaginávamos um dia estar. Não há como medir uma tarde de conversa fiada com crianças de Myanmar ou uma brincadeira na praia com crianças nas Filipinas. Não há como medir um bate papo com um monge budista no Camboja.

Continuar lendo Missão cumprida: demos a Volta no Mundo! Mas a viagem continua


10 motivos para viajar para o Sudeste Asiático

Dos sete meses de nossa Volta ao Mundo, dedicamos três para viajar pelo Sudeste Asiático. Durante quase 90 dias, visitamos sete dos dez países que formam a região: Cingapura, Filipinas, Malásia, Tailândia, Myanmar, Camboja e Indonésia. Ficaram de fora apenas Laos, Vietnã e Brunei, que esperamos conhecer em outra oportunidade.

Foram dias incríveis em que conhecemos paisagens belíssimas, praias,  montanhas e grandes cidades. Vivenciamos culturas diversas, encontramos pessoas muito especiais pelo caminho e aprendemos muito, não só sobre história, cultura, geografia,política, mas também sobre a vida.

Hoje nos despedimos do Sudeste Asiático com o coração partido, mas com esperança de que um dia voltaremos para revisitar lugares por quais nos apaixonamos, conhecer outros novos  e viver mais dias inesquecíveis.

Foi tudo tão especial que eu poderia listar uma série de motivos que nos fizeram amar o Sudeste Asiático, mas vou me ater a dez deles para convencer a vocês a viajarem para esses países tão especiais. Continuar lendo 10 motivos para viajar para o Sudeste Asiático