Torres del Paine, na Patagônia Chilena – relato de Fernanda Peixoto

Fazia tempo que a gente não publicava relatos de outros viajantes. E para compensar, hoje compartilho com vocês um post lindo sobre Torres del Paine, na Patagônia Chilena, que recebi da Fernanda Peixoto. Fernandinha, que eu vi nascer, por isso, a intimidade, é natalense, mas já morou em várias partes do país, literalmente de Norte a Sul. Formada em administração hoteleira pela Castelli ESH do RS, juntou-se com mais dois amigos do tempo da faculdade, e viajou de carro de Canela-RS até a Patagônia Chilena, passando pela Patagônia Argentina, num total de 12 mil km percorridos. Nest post, ela conta um pouco da viagem “Rumo ao Fin do Mundo” e dá mais detalhes sobre Torres del Paine. Os textos e, especialmente, as fotos são de dar vontade de pegar o carro e partir imediatamente. =)

Patagônia Chilena
Patagônia Chilena

Continuar lendo Torres del Paine, na Patagônia Chilena – relato de Fernanda Peixoto


Países para quem gosta de comer bem

Para algumas pessoas, na hora de escolher um destino para viajar, tão importante quanto belas paisagens, atrações interessantes e povo receptivo, é a gastronomia. Este post é resultado de uma pesquisa do Instituto Compartilhe Viagens de Pesquisa, ou seja, com base nos países em que eu e Fred mais gostamos da comida! haha São 9 países para quem gosta de comer bem. E não estou falando de restaurantes caros. Mas de países onde é possível comer bem até mesmo em barraquinhas de rua e restaurantes baratinhos. Os países estão na ordem de nossa preferência gastronômica!

Continuar lendo Países para quem gosta de comer bem


Buenos Aires: Bioparque Temaikèn e passeio por Palermo

Por Thyago Macedo*
Para quem gosta de contato com a natureza ou viaja a Buenos Aires com crianças o Bioparque Temaikèn é uma ótima opção de passeio. Visitamos o parque, que fica na cidade de Escobar, distante cerca de 70 km do centro de Buenos Aires, durante a Press Trip à convite da GOL e CVC. O parque ecológico se apresenta com uma proposta diferente de um zoológico. De acordo com eles, a ideia é preservar, pesquisar e conscientizar sobre a importância da fauna e da flora.

Continuar lendo Buenos Aires: Bioparque Temaikèn e passeio por Palermo


Mini guia de Mendoza, Argentina

Mendoza fez do improvável a sua principal qualidade. Aos pés das Cordilheiras dos Andes, a cidade foi construída em meio ao deserto, onde quase não se chove e que tem como única fonte de abastecimento de água, o gelo derretido das montanhas. Arborizada, teve praticamente todas as árvores da cidade plantadas pelo homem. A história da cidade se confunde com a história da vinicultura na região, que tem mais de 500 anos, e é a principal produtora de vinho da Argentina. A produção do vinho, de azeite, o refinamento de petróleo e o turismo são as principais atividades econômicas da região. A terra do Malbec, como é conhecida, orgulha-se também de ter o ponto mais alto do hemisfério Sul: o Aconcágua.

Uma região de muita beleza e cheia de atrativos, por isso mesmo, Mendoza é uma das mais procuradas pelo turismo na Argentina. Reuni neste post, em formato de mini guia, algumas dicas para quem pretende visitar Mendoza.

 

Parque General San Martín
Parque General San Martín

Continuar lendo Mini guia de Mendoza, Argentina


Alta Montanha: passeio pela Cordilheira dos Andes, partindo de Mendoza

De junho a agosto é tempo de neve na América do Sul. Aproveitei que tinha passagens compradas para Buenos Aires em julho e dei uma esticadinha até Mendoza, em um pouco mais que 14 horas de viagem de ônibus! Mas o esforço e os pés inchados valeram muito, pois Mendoza é uma cidade linda com muitos atrativos. Para quem está em busca de neve, no entorno da cidade há algumas estações de esqui, mas um passeio imperdível no qual é possível ver a neve (no inverno), belas paisagens e conhecer um pouco da história andina é o da Alta Montanha, tour de um dia inteiro pelas Cordilheiras dos Andes até a divisa com o Chile.

Em Mendoza é bem fácil contratar o tour, o que também pode ser feito com antecedência pela internet. Contratamos o nosso no hostel e saiu por 39 dólares por pessoa (preço de julho de 2014).  O passeio vai das 7h às 19h. Vá bastante agasalhado, especialmente no inverno.  Continuar lendo Alta Montanha: passeio pela Cordilheira dos Andes, partindo de Mendoza


Foz do Iguaçu: um lugar que todos deveriam conhecer

Olá viajantes!!

Quando fiz minha Bucket List Brasil coloquei Foz do Iguaçu (PR) no topo da minha lista. E recebi um post muito legal e explicativo da dentista Mariana Melo, potiguar residente em Brasília (DF), que já colaborou com o blog com o roteiro de 7 dias em Santiago do Chile e regiões vizinhas, que é um dos recordistas de visitas do Compartilhe Viagens. O Roteiro em Foz de Iguaçu é de 5 dias e traz dicas do que fazer nos três países que fazem a tríplice fronteira (Brasil, Paraguai e Argentina).

Boa Viagem!!

Continuar lendo Foz do Iguaçu: um lugar que todos deveriam conhecer


Buenos Aires pela primeira vez: o roteiro (terceiro, quarto e quinto dias)

Olá viajantes,

Publico hoje a segunda parte do meu roteiro em Buenos Aires. Quem não viu a primeira, leia aqui. Lembrando que estou citando apenas os lugares visitados sem incluir os restaurantes, pois nos próximos dias, publicarei um post exclusivamente gastronômico.

Buen viaje!

Terceiro dia (Segunda-feira)

Café Tortoni

Começamos o nosso dia no Banco de La Nación, na Plaza de Mayo, pois foi o lugar que encontramos com a melhor taxa de câmbio depois do aeroporto, R$ 1 por $ 2,20 pesos.

Depois seguimos para mais uma tentativa no Café Tortoni, na Avenida de Mayo. Desta vez, não havia filas. O Tortoni é a Confeitaria Colombo de Buenos Aires. Inaugurado em 1858 é o mais antigo da cidade e era ponto de encontro de compositores, dançarinos e cantores de tango, como Carlos Gardel.

Além do café, no Tortoni há também shows de tango. Achei o ambiente muito agradável. Adoro ir a lugares que fizeram e fazem parte da história e imaginar tudo que já se passou ali.

Café Tortoni
Café Tortoni
O Tortoni tem mais de 150 anos
O Tortoni tem mais de 150 anos

Continuar lendo Buenos Aires pela primeira vez: o roteiro (terceiro, quarto e quinto dias)